Federal Invest

A FEDERAL INVEST é a maior rede de factoring e FIDC do país, com mais de 100 agências presentes em 23 estados brasileiros e 22 anos de atuação no mercado.

Sua unidades auxiliam empresários de todas as regiões do Brasil, independente do tamanho ou segmento em que atuam. Mensalmente antecipam mais de R$50 milhões em novos créditos, tendo cerca de R$100 milhões de recebíveis em carteira.

Conheça: http://www.federalinvest.com.br/

Perguntas comuns sobre Crédito Imobiliário, GPMoney e Federal Invest

 

1. GPMoney aprova crédito?

A GPMoney não aprova crédito, mas qualifica o crédito para ser mais assertivo junto aos agentes financeiros com os quais tem parceria. A GPMoney é uma plataforma de negociação de crédito imobiliário que coloca potenciais clientes tomadores de crédito imobiliário direto em contato com os agentes financeiros, provendo assertividade, agilidade e previsibilidade ao seu processo.

 

2. Quem aprova o crédito?

Os agentes financeiros parceiros da GPMoney são as instituições financeiras devidamente regulamentadas pelo Banco Central que aprovam o crédito da operação.

 

3. Como explicar GPMoney e Federal Invest? Eles são a mesma empresa?

GPMoney e Federal Invest são duas empresas distintas com um mesmo objetivo: oferecer aos seus clientes as suas melhores soluções. A GPMoney através desta parceria atua como a plataforma de Crédito Imobiliário para os clientes da Federal Invest.

 

4. Quais produtos ou modalidades estão disponíveis na plataforma de Crédito Imobiliário?

Atualmente a plataforma GPMoney disponibiliza o Home Equity e a Aquisição. Home Equity para os clientes que já possuem um imóvel e querem levantar recursos dando em garantia este mesmo imóvel. Já na Aquisição, o cliente quer adquirir um imóvel, seja novo ou usado.

 

5. Quais outros produtos podem ser atendidos pela GPMoney?

Os seguintes alguns produtos que também podem ser atendidos pela GPMoney:

– Término de Obra: Produto direcionado para Construtores/Incorporadores para finalizar obras de empreendimentos residenciais e comerciais.

– Giro de Estoque: Produto direcionado para Incorporadores que tem estoque imobiliário já construído e não vendido, e que podem ser dados em garantia para levantar recursos financeiros.

– Infra de Loteamento: Produto direcionado para Loteadores que necessitam de recursos financeiros para realizar a infraestrutura de seus loteamentos.

– Desconto de Recebíveis Imobiliários: Produto direcionado para Construtores, Incorporadores e Loteadores. Tem por objetivo levantar recursos financeiros tendo seus recebíveis imobiliários de unidades vendidas e já construídas como garantia.

– Consórcio Imobiliário: Produto direcionado às pessoas física e jurídica para aquisição de um imóvel novo ou usado.

 

6. Home Equity é o mesmo que CGI?

O produto Home Equity como chamamos na GPMoney, tem vários nomes no mercado:

– CGI (Crédito com Garantia Imobiliária)

– Refin (Refinancimento Imobiliário)

 

7. Posso simular o valor de parcela do meu crédito?

Certamente, basta incluir seu cliente na plataforma e preencher os dados iniciais da Entrevista de Qualificação.

 

8. Por que tenho que fazer a entrevista de qualificação?

A Entrevista de Qualificação dará um parecer com alto grau de assertividade sobre a possibilidade de um agente financeiro aprovar seu crédito. Adicionalmente, somente com a entrevista de qualificação realizada será possível obter o valor de parcela do seu crédito, pois o valor da parcela está condicionado a variáveis de como cada agente financeiro entende a sua operação.

 

9. A entrevista de qualificação pode ser realizada enviando um formulário por email ao cliente?

Esta entrevista de qualificação é interativa pois pode ter a necessidade de informações adicionais segundo algumas respostas dadas. Por isso ela deve ser realizada na plataforma onde o ambiente já está preparado para esta interação.

 

10. Quanto tempo leva a entrevista de qualificação?

Em geral, a entrevista de qualificação leva uns 10 minutos para ser realizada.

 

11. Quais dados são necessários na entrevista de qualificação?

A entrevista de qualificação contém basicamente três quadros. Primeiro, a qualificação do cliente tomador do crédito, seja pessoa física ou jurídica. Segundo, a qualificação da garantia. E, finalmente, os parâmetros da operação pretendida com dados de valor pretendido de financiamento, prazo, tipo de taxa, carência, etc.

 

12. Em quanto tempo terei retorno após solicitar a pré-análise?

Uma vez preenchida a entrevista de qualificação da plataforma, um consultor GPMoney realizará a pré-análise.

 

13. Por que enviar consulta Serasa?

A consulta Serasa é fundamental no processo de avaliação creditícia que é realizada dento da pré-análise do cliente tomador. O envio por parte do Sócio-Franqueado é fundamental e faz parte do acordo realizado com toda a rede da Federal Invest.

 

14. Qual consulta Serasa enviar?

Para Pessoa Física se envia o CreditBureau e para a Pessoa Jurídica o RelatoMais. 15. Quando e onde colocar a consulta Serasa? A arquivo com a consulta deverá ser anexado (upload) na plataforma GPMoney no quadro de Gestão de Documentos.

 

16. A consulta Serasa é vista pelo Cliente?

Não. A consulta Serasa somente será vista pelo Consultor GPMoney e pelo Sócio-Franqueado.

 

17. O que significa que a pré-análise?

A pré-análise é o resultado da Entrevista de Qualificação onde a GPMoney colherá dados sobre o cliente tomador, a garantia oferecida e também sobre a operação desejada (valor pretendido, prazo, indexador, etc.)

 

18. Em quanto tempo posso ter meu crédito aprovado?

O prazo para aprovação do crédito varia de acordo com cada agente financeiro. Em geral, com a documentação completa (formulários e documentos), a análise de crédito se faz em até 5 (cinco) dias úteis.

 

19. A GPMoney garante que meu crédito será aprovado?

A GPMoney, em base à pré-análise realizada com os dados fornecidos pelo cliente, indica que há um grau de assertividade para que a operação seja aceita pelo agente financeiro enquadrado.

 

20. O que é uma pré-aprovarão?

Em alguns casos, e somente nestes casos, o agente financeiro nos fornece uma pré-aprovação. Esta pré-aprovação significa que o agente financeiro concedeu uma aprovação que estará sujeita à confirmação após a análise documental e jurídica. Somente com esta confirmação sua operação estará finalmente aprovada.

 

21. Quais as principais fases do Home Equity?

A operação de Home Equity tem as seguintes fases: Coleta de Dados e Documentos, Proposta, Contratação, Finalização. Sendo que a Coleta de Dados e Documentos se divide em três fases: Pré-análise de Enquadramento, Mandato de Serviços, Coleta Inicial de Documentos.

 

22. Quanto tempo leva uma operação de Home Equity?

Em geral, a operação de Home Equity leva de 30 a 60 dias a partir do envio da proposta ao agente financeiro, com todos os formulários e documentos adequadamente fornecidos.

 

23. Quais os custos envolvidos em uma operação de HomeEquity?

Os custos envolvidos no processo são demonstrados em uma simulação de forma transparente e aberta. Logo após identificado o enquadramento em algum agente financeiro, os custos cobrados e as condições oferecidas pelo agente financeiro são refletidos com precisão nesta simulação. Em geral, existem os seguintes custos: taxa de estruturação, taxa de avaliação, IOF, seguros (MIP=Morte ou Invalidez Permanente com percentual aplicado sobre o saldo devedor e DFI=Danos Físicos ao Imóvel com percentual aplicado sobre o valor de avaliação do imóvel) e taxa de administração.

 

24. Operação de Home Equity tem ITBI?

Não. A operação de Home Equity não tem ITBI pois não existe transferência de titularidade do imóvel. Na operação de Home Equity existem custos de alienação fiduciária que é registrada em cartório.

 

25. Quanto posso levantar de recursos com meu imóvel?

A operação de Hom eEquity caracteriza-se por poder financiar até 50% do valor de avaliação do imóvel. Este percentual de financiamento depende de variáveis como liquidez da garantia apresentada e se é pessoa física ou jurídica.

 

26. Quais imóveis são aceitos como garantia?

A aceitação dos imóveis está totalmente vinculada à liquidez no mercado, ou seja, a facilidade com que o imóvel é vendido no mercado. Desta forma, atualmente, os imóveis residenciais são os mais bem aceitos pelos agentes financeiros, desde que atendido o quesito liquidez. Além dos residenciais, as salas comerciais também são bem aceitos. Após estes dois tipos de imóveis, temos lojas comerciais, prédios comerciais, terrenos, imóveis com construção não averbada e imóveis mistos (comercial e residencial) que também são aceitos, porém com restrições. Outros imóveis também podem ser analisados. Dada a quantidade de variáveis a ser considerada, o importante é realizar a entrevista de qualificação para averiguar a real possibilidade da aceitação. Importante ressaltar que imóveis em área de risco tais como em zonas de potencial desabamento, perto de presídios, favelas, etc. terão muita dificuldade em serem aceitos.

 

27. Quais as taxas de juros praticadas no HomeEquity?

As taxas de juros variam muito pois dependem das características da cliente tomador (pessoa física ou jurídica, capacidade de pagamento, etc.), da garantia (residencial, comercial, etc.) e da operação pretendida (prazo, valor, indexador). De forma geral, começam em 1,15% ao mês.

 

28. Quais os prazos praticados no Home Equity?

Os prazos variam muito pois dependem das características da cliente tomador (pessoa física ou jurídica, capacidade de pagamento, etc.) , da garantia (residencial, comercial, etc.) e da operação pretendida (prazo, valor, indexador). De forma geral, começam em 36 meses e podem chegar a 240 meses.

 

29. Quais os sistemas de amortização utilizados no Home Equity?

Os sistemas de amortização mais utilizados são SAC e Price.

 

30. Quais os indexadores para correção do saldo devedor do Home Equity?

As operações de Home Equity podem ter taxas pré-fixadas, ou seja, sem indexadores para correção do saldo devedor e, consequentemente, os valores da parcela serão conhecidos e fixos durante toda a vida da operação. Existem também as taxas pós-fixadas como IPCA e IGPM que são mais comumente utilizadas para corrigir o saldo devedor do seu crédito.

 

31. Posso antecipar o pagamento das parcelas mensais?

Certamente. O pagamento antecipado das parcelas se realiza através de amortização do saldo devedor atualizado. Ou seja, não há antecipação de parcelas a vencer e sim um abatimento do saldo devedor na data do pagamento.

 

32. Posso dar em garantia mais de um imóvel?

Sim, porém há poucos agentes financeiros que aceitam essa condição. Normalmente, submetemos duas operações independentes para serem processadas.

 

33. Com quais agentes financeiros a GPMoney tem parceria?

Atualmente a GPMoney possui mais de 10 agentes financeiros parceiros entre bancos de primeira linha, bancos médios, companhias hipotecárias e fundos imobiliários.

 

34. Como começar a operar no Crédito Imobiliário?

Para começar a operar na GPMoney basta solicitar seu cadastramento através do email credito.imobiliario@federalinvest.com.br que pronto lhe atenderemos.